segunda-feira, outubro 13, 2008

NOS TEMPOS DA FALTA DE SUOR

“Por mais erudito que um homem seja, por mais perfeita que seja sua capacidade de expressão, mais ampla sua visão das coisas, mais grandiosa sua eloqüência, mais simpática sua aparência, nada disso toma o lugar do fervor espiritual. É pelo fogo que a oração sobe aos céus. O fogo empresta asas á oração, dando-lhe acesso a Deus; comunica-lhe energias e torna-se aceitável diante do Senhor. Sem fogo não há incenso; sem fervor não há oração.”
(E.M. Bounds).
Muito desprezada nestes tempos em que vivemos a oração, parece ter sido deixada de lado em nossos cultos, na era pós-moderna.
Nos dias de hoje oração é assunto quase esquecido, nos cultos e até nas vigílias.
Se o pastor colocar a igreja em momento de oração com 10 minutos menos de 15% da igreja continua em reverencia e fervor na oração.
Infelizmente é uma tendência na igreja moderna. Orar esta fora de moda.

“A oração é o suor da alma” (Martinho Lutero).
Assim o grande reformador dizia sobre o poder da oração e o que ela pode transformar uma vida.
Quando leio sobre a vida de Jesus e de grandes mestres e heróis da fé, vejo que todos tinham uma vida centrada na oração.
O fervor espiritual é uma vida centrada na palavra de Deus e na oração e não em mecanismos e formas religiosas.
As vigílias nos dias de hoje viraram verdadeiros cultos-shows, não se passa mais do que alguns minutos em oração nas maiorias das vigílias hoje.

“Pela fé e pela oração, fortaleça as mãos frouxas e firmes os joelhos vacilantes. Você ora e jejua? Importune o trono da graça e seja persistente em oração. Só assim recebera a misericórdia de Deus” (João Wesley)
Sem fé e sem oração não existe vida crista, não existe vida espiritual, mas parece que muitas pessoas na igreja, não conseguem entender ou viver de outra forma.
Hoje nos cultos muitos vão apenas para ter um momento de entretenimento, pois haverá oração de prosperidade, pregações de auto-ajuda, incentivo as doações e contribuições com ênfase na loteria divina.
De e você recebera, infelizmente a bíblia não diz isto, as Escrituras nos dizem que temos que ser e não apenas ter.
É a oração que move o coração de Deus, e não palavras de grande um grande pregador.
Admiro heróis da fe como A.W Tozer e D.L. Moody, que não tinham formação acadêmica, mas foram grandes mestres da igreja crista.
Não e uma teologia perfeita que concretiza uma vida crista, mas sim uma vida de oração, pois somente ela pode mudar uma vida e tocar o trono de Deus.

Em 1Joao 1:9, O apostolo nos da uma ênfase sobre o fervor de nossas petições a Deus.
“Se confessarmos os nossos pecados, ele fiel e justo par nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”.

Que esta geração possa se voltar mais a oração, para sermos realmente uma igreja viva, neste mundo tempestuoso.


Referencias
Por que tarda o avivamento? Leonard Ravenhill – Ed. Betânia
Teologia Sistemática – Wayne Grudem – Ed. Vida Nova