sexta-feira, abril 04, 2014



O REINO ETERNO

O SALMO 145:13 DECLARA “O TEU REINO É UM REINO ETERNO; O TEU DOMÍNIO ESTENDE-SE A TODAS AS GERAÇÕES”.

A esperança eterna de todo aquele que crê na salvação por Cristo Jesus, a mensagem de Davi é muito clara.
Todo aquele que estiver com seu nome escrito no livro da vida, estará para sempre no reino de Deus, pois ele acalenta os fracos, sustenta os necessitados, recompensa os oprimidos, da vista aos cegos, mesmo quando esta cegueira não é a dos olhos, mas principalmente a do coração.
O profeta Daniel declara “E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão e lhe obedecerão”  (Daniel 7:27)
Grant R. Jeffrey declara em seu livro CÉU – O MISTÉRIO DOS ANJOS, “... O Senhor Deus não nos deixou na escuridão em relação ao nosso futuro espiritual. Deus revelou verdades a respeito de sua natureza, seu propósito, e o nosso destino final: céu ou inferno. Deus conseguiu que isso fosse feito através de sua maravilhosa revelação da verdade, que é a Bíblia”.
Muitos cristãos às vezes parecem que querem viver seu apenas para partilhar as bênçãos terrenas, esquecem que a nossa esperança esta no reino vindouro de Cristo.
A eternidade é a garantia que Jesus da a seus discípulos e para todo aquele que persevera na fé de Jesus, pois foi esta a promessa que esta no livro de João “Pois vou preparar-vos um lugar, E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais também”. (João 14 23).
Oremos para que a esperança da eternidade esteja cada vez mais fortalecida em cada coração, que esta alicerçado no Deus de Israel.


 Em Cristo

Sandre Maciel

segunda-feira, março 31, 2014




‘Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.’ – Hebreus 11:1


Um dos princípios fundamentais de uma caminhada  cristã verdadeiramente não é o medo de enfrentar problemas. Mas a esperança no favor divino que não merecemos.
O dicionário bíblico de Almeida define fé como: Confiança em Deus e em Cristo e na sua Palavra (Mt 15.28; Mc 11.22-24; Lc 17.5).
Confiança esta que não provem de mãos humanas, mas da palavra fiel, que mesmo quando não conseguimos ver, mas acreditamos na recompensa, mesmo que as adversidades sejam imensas.

“Porque por ela os antigos alcançaram testemunho” Hebreus 11:2, será que podemos afirmar que temos uma fé tão determinada como a de Abraão, que em nada conhecia a terra que a foi prometido, mas que pela plena confiança em um Deus que realmente respondia a suas orações, e não aquelas divindades ao qual ela estava acostumado em UR dos caldeus, a terra esta que nos dias de hoje, ainda tem a gigantesca ruína de um zigurate (torres imensas de adoração aos deuses do antigo oriente ( achados na babilônia, ruínas de Samaria, etc)
Os descendentes de Abraão hoje são contados como os grãos de areia, pois existem judeus, que além de Israel, vivem em se não todos, em quase todos os países, existe uma comunidade judaica. O grande patriarca não viu o cumprimento da promessa, mas acreditou nela, pela fé, alcançou a graça. O escritor do livro aos Hebreus quer nos mostrar que nosso sacerdócio esta em Cristo, pois foi o sangue do calvário, que nos libertou do jugo da lei, para que a nossa salvação, seja feita somente pela fé, e não mais por sacrifícios, feitos por mãos humanas.
“Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente”. – Hebreus 11:3

A ciência procura mostrar qualquer achado arqueológico mais antigo, é uma prova absoluta da evolução humana.
Pois em meio a um mundo onde os ataques as verdades bíblicas, são diários, muitos chegam a desfalecer da fé em Cristo, como o discípulo de Paulo Dimas, que amou o presente mundo, mais do que amou a esperança das promessas.
Mesmo com todas as dificuldades que venham aparecer na caminhada, as vitórias que Cristo nos proporciona, são maiores do que muitas vezes podemos imaginar.
Muitos confiam em carros e cavalos, mas o melhor caminho sempre é estar com Cristo, mesmo que não consigamos ver o final da batalha.

Mas a Fé é a melhor escolha em meio a tudo o que este mundo nos proporciona.


Em Cristo



terça-feira, março 25, 2014



"Deixo com vocês a paz. É a minha paz que lhes dou; não lhes dou a paz como o mundo dá. Não fiquem aflitos, nem tenham medo". João 14:27.

Ventos de aflições nos forçam a muitas vezes, ficar em momentos de tristeza, pranto, dor, nas mais variadas causas que a vida pode nos proporcionar.
Os tempos que o mundo vive é disperso do amor de Deus, pois mesmo entre aqueles que são cristãos o amor as maravilhas do mundo é muitas vezes maior do que o amor em estender o braço a quem necessita, pois preferimos ignorar a caridade cristã, pelos fundamentos da prosperidade onde a verdadeira benção esta em ter e não ser.
Não existe nada mais anti-bíblico do este tipo de afirmação, que esta muito em voga nos dias de hoje, Deus abençoa quem contribui com alegria e amor.
Deus abençoa quem divide com o necessitado, que acoberta quem esta com frio, isto é o amor de Deus, que vive com a Paz do Mestre, não teme as mazelas que o mundo nos coloca no dia a dia.
Estamos nos acostumando a viver em um cristianismo conformista, onde qualquer visão é tido como algo divino, onde as novidades estão sendo abraçadas como a nova esperança para a igreja.
Não queremos mais a simplicidade do evangelho, nossos títulos hoje são mais importantes que o amor ao serviço cristão.
Onde o maior deveria servir ao menor, mas temos legiões de seguidores de lideres, pregadores, cantores, etc.
Vivem como verdadeiros ídolos de uma geração que busca algo muito além do que apenas o evangelho de Cristo.
Porque não vivem com a paz que o mundo deveria ver em nós como cristãos, hoje estamos nos transformando apenas em mais um segmento na sociedade.
Não mais como a luz que brilha em meio a escuridão, minha oração é para que enfrentemos o desejo de reconhecimento que não provem de Deus.
Mas que tenhamos e testificamos, a paz que provém dos céus, para que o mundo nos veja como o sal que transforma e não apenas como mais um em meio a multidão.

Em Cristo

Elessandre Maciel

sexta-feira, março 21, 2014










Um dilema em um momento de reflexão em que a natureza pecaminosa para que que vai transformar um pequeno inocente em um monstro.
Pois temos atitudes momentâneas que nos fazem desfalecer em verdadeira monstruosidade, aquilo que deveríamos guardar para nós mesmos.
Cristo nos chama da sua liberdade que muitas vezes em atos desesperados, nós simplesmente a jogamos fora e deixamos a nossa natura humana pecaminosa tomar conta de que somos.
Em Gálatas o Apóstolo Paulo nos emite uma exortação bem clara de quão nós devemos ser livres em Cristo Jesus, e não fazer com que a liberdade seja uma desculpa para nos tornarmos escravos de nossa natureza.

"Pórem vocês, irmãos, foram chamados para serem livres. Mas não deixem que essa liberdade se torne uma desculpa para permitir que a natureza humana domine vocês. Pelo contrário, que o amor faça com que vocês sirvam uns aos outros" - Gálatas 5:13.

Pois quando nos deparamos com estas situações devemos nos amparar no amor que ele nos dá e em novas atitudes de vida e de mudança, pois não adianta que querer um novo momento em minha vida se eu não tenho coragem de mudar meu atos e sentimentos que fazem sofrer a alma.
Devemos deixar que o Espirito de Deus dirija as nossas vidas em todos os momentos, para que os desejos humanos não tomem nossa vida.
Para que assim possamos viver uma vida abundante em Cristo Jesus.



quinta-feira, março 20, 2014




O filme O chamado de Deus, traz uma história baseada em fatos reais de um simples fazendeiro que sonhava em ser um pregador na sua infância e depois de muito tempo tem seu chamado concretizado, e também momentos de varias pessoas com suas experiencias anteriores e posteriores ao que Deus pode fazer em nossas vidas.
Um filme bem feito, de produção simples, mas de  momentos e cenas impactantes e emocionantes do que Deus pode fazer em nossas vidas, e como o mais importante é que devemos fazer toda a obra por amor a Ele.