quarta-feira, maio 04, 2016

AUTORIDADE

"É necessário distinguir entre dois tipos de autoridade bíblica, a história e a normativa. A Bíblia nos diz o que Deus exigiu do povo no contexto bíblico e o que ele espera de nós". Millard J. Eriksson

Sempre se faz necessário a reflexão bíblica para o contexto de autoridade religiosa, pois muitas vezes são levados a representar uma autoridade sem contexto bíblico.
É preciso cuidado para não se identificar a vontade de Deus para com o contexto bíblico e sua vontade para nós.
Sempre se faz necessário determinar a essência permanente da mensagem bíblica, pois a regra de uso religioso pode levar alguém ou algo que tenha autoridade história e não ter autoridade normativa, muito desta realidade se faz presente no ceio das igrejas.

"Na palavra da verdade, no poder de Deus, pelas armas da justiça, à direita e à esquerda,"2º Coríntios 6:7.

A iluminação interior, ou seja, a oração sincera e o verdadeiro arrependimento, não a religiosidade, que todo coração sincero pode obter do Espírito Santo, constituem a autoridade do cristão.
As Escrituras Sagradas são o elemento mor da fé cristã, não a instituição religiosa, muito dos erros em que as denominações se veem hoje neste mundo pós-moderno é o excesso que se da a lideres que muitas vezes tem uma visão geral de um espelho a seus ternos do que na essência da espiritualidade cristã.

Liderança Cristã tem em sua principal característica o amor e humildade como servos de Cristo e seu povo (I Tim 3:5;. Ped. 5:1-4).

Imposições de regras e usos muitas vezes sem o embasamento bíblico necessário pode transformar um coração sincero em uma pedra de tropeço.
Lembrar as palavras do Apóstolo Pedro são essenciais para uma vida diária de fé verdadeira nestes tempos de dificuldades.

"Mas, sobretudo, tende ardente amor uns para com os outros; porque o amor cobrirá a multidão de pecados."
(1 Pedro 4:8).


Nenhum comentário: