terça-feira, fevereiro 26, 2008

O filho de Deus

O FILHO DE DEUS

João 6: 68,69

“... Respondeu-lhe, pois Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna.

E nós temos crido e conhecido que tu és o Cristo o Filho de Deus”.

Um dos grandes pontos da fé cristã é a vida eterna, esta somente podemos te-la, com verdadeira e sincera fé, como a confissão do apóstolo Pedro, mesmo suscetível ao medo e imperativo, Pedro tinha a certeza de sua crença que Jesus Cristo era realmente o filho de Deus.

Ao termo “o Cristo” o evangelista João liga “O Filho de Deus” na declaração do propósito de seu evangelho (João 20.31).

O evangelho de João fala muitas vezes do “Filho” sem adjetivo e sem diferença significativa da expressão completa “O Filho de Deus”, Esse uso absoluto é outra maneira de demonstrar o lugar especial de Jesus.

A expressão “Filho de Deus” como titulo messiânico, não é surpresa na Bíblia, pois Jesus o messias freqüentemente é chamado de “Filho de Deus”, diferentemente da entonação messiânica do Evangelho de Mateus, no Novo Testamento.

Às vezes a frase é usada apenas como um titulo messiânico (Lc 4,41, Jo 1.49) em outras ocasiões, o identifica como o Filho de Deus único e preexistente (Gl 4,4; Mt 22. 41-46).

O Filho de Deus é o único advento principal da provisão de Deus pata toda a humanidade, segundo João 3.16 (E Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna).

O Filho de Deus traz salvação pelo amor que Deus tem de sua criação, por isso ele enviou a Jesus Cristo.

O amor de Deus foi sua inspiração para enviar seu filho para toda a humanidade, e é o amor de Jesus para com o Pai e para com os homens, que nos faz ter a certeza da vida eterna e em sua volta gloriosa para levar a sua igreja.

E que por meio dele possamos entrar na presença divina e ter a vitória sobre as paixões do mundo e receber o premio da vida eterna.

Glórias ao Eterno Deus

Nenhum comentário: